quarta-feira, julho 11, 2007

Amálgama

Não te amo porque és belo
Ou carinhoso
Ou honesto
Ou simpático
Amo-te por causa dos dias de sol
e céu zul
Em contraste com os períodos de chuva
frio e caos
Amo-te pela barba mal feita pela manhã
rosto, boca e pescoço
- Ai, ai, ai!
Amo-te pelos dedos na nuca arrepiando
- Ui, ui, ui! Tô amando!
Amo-te pelas horas em silêncio e companhia
O sono perturbando a madrugada
Amo-te pelos pêlos por entre as pernas
O sigilo, o segredo, os sonhos
e as realizações
O fingimento, a força, a fidelidade
e suas limitações
Amo-te, ai, mais
muito mais
que meu raciocínio é capaz
de compreender
Tarde ou cedo
- Ui, que medo!
Alguém descobre o meu segredo
- Onde? Quando? Por quê?
Transfere pro meu dedo
as tuas marcas digitais
trans... fere
trans... fusão
trans... comigo?
- É cedo, é cedo...
Amo-te por isso e por aquilo
que não se explica
E as contas pra pagar, parceladas
O sofrimento, a dívida
Amo-te pelo filme com pipoca
Brigadeiro na panela e Coca
- Atende a porta!
- Deixa tocar, deixa tocar...
Amo-te pelo resfriado manhoso
(uma vez por ano)
O banheiro perfumado depois do banho
(encharcado!)
Amo-te porque és finito em tua plenitude
Confuso em tuas atitudes
Decidido em tuas manias
- Mais um final de ano...
- Saúde!
Amo-te, enfim, quem imaginaria
que por ti morri
morro
morrerei
morria
...?

2 comentários:

Ju disse...

Transfere pro meu dedo
as tuas marcas digitais
trans... fere
trans... fusão
trans... comigo?
- É cedo, é cedo...

Transfere pro meu corpo
as tuas veias cor-de-verde
trans... corre
trans... fixe
trans... migre
É sangue? Transfunde em mim
- É tarde, é tarde
Transformamor!

Nathanaela Honório disse...

Poxa...
Prisciláááá, nháá, lindoo seu conto, tou falando manso, touda bestaaa... Que lindo menininha! Vc demosntrou a meiguice de uma criança e a alucinação de uma adulta!
Ótimo teu texto lindounaaa! Ótimoooo!

Sucessoo! Beijooooooo =**