segunda-feira, dezembro 03, 2007

Passarinho

Poema de um amigo que mexeu comigo. Comentem

Passarinho

Ih! Passou um passarinho
Nem vi se o peito era vermelho ou laranja
Aliás, nem sei se era mesmo um passarinho
Às vezes, as folhas se enchem de esperança e voam


Yuri Machado

4 comentários:

.hi-fi. disse...

por outras tantas quem enche tudo de esperança somos nós mesmos com nossa alma infinita.
[e o mês começou mto bem!]

E.R.L. disse...

lindo!

Rodolfo disse...

Pô, que coisa legal!
Se até as folhas... talvez um dia reste para a humanidade.
Um abraço!

Priscila Lopes disse...

Excelente. Lembra-me a escrita de Mario Quintana e Alice Ruiz.

Parabéns, Yuri!