sexta-feira, novembro 23, 2007

Teia Tela Ela

Ela quer morrer, pois acredita que encontrará Caravaggio. Passa os dias pensando em telas. Para ela, o trabalho de um pintor equivale ao ofício de uma aranha. Arte de quem sabe usar as mãos costurando modos de viver flutuantes. Por entre as teias que balançam quase soltas no ar, dá pra ver o mundo em volta cortado por linha finas que o fazem mais dançante. Menos precário também fica o mundo quando em tela, pinceladas das fantasias humanas não mais escondidas.

Nem tela nem teia ousam encostar em chão.

Pensa que vai encontrá-lo pintando sobre uma imensa teia de aranha que costumam chamar de céu, então morre em pedaços. Já despiu-se toda e tem cortado fragmentos de pele. Quer perder pedaços pra não correr o risco de romper a teia. Quer perder-se toda deste mundo, aos poucos, da maneira que pode. Nunca ousou pintar. Imagina Caravaggio colorindo a teia em que ela deseja deitar para ser pintada por ele. Pensa que seu modo de viver é tão chão. Amanhã deixará de comer.

6 comentários:

Rama Si disse...

Eia!
Interessante pkas...
abraço

Yuri Almeida disse...

Caito,
meme para vc
http://herdeirodocaos.wordpress.com/2007/11/26/meme/

Priscila Lopes disse...

perder pedaços
parar - não correr
o rissss...
...co-romper
a teia.

Tomara que tenha uma cor.
Tomara que tela, um céu!

E o preço é CARO.
E um espaço___________de tempo
é caco.

Mas a alma entende o que o olhar venera.

Um risco e um cisco.

Gus disse...

um beijo e um queijo

Ju disse...

Cacos para cisco. Cisco para alçançar a teia-tela-cor. Tão caro.

Senão, se romper a teia (colorida?), depedaça no ar feito cacos, um cisco. Tão, tão chão.

Tomara que cílios, seu corpo.
Tomara que alma, seus olhos.

Flutuar.

Priscila Lopes disse...

Oh, céus...

(despenco)