sábado, novembro 03, 2007

Múltiplos eus - ou apenas segredos

Pessoas que são mais de uma pessoa, aquela que parece de um jeito num lugar e de outro em outro lugar. Serão máscaras sociais? Múltiplas personalidades?

Pessoa tinha heterônimos - será que Pessoa sofria de transtorno dissociativo de personalidade, e a personalidade que mantinha o controle sobre as outras era o de nome Fernando? Não sei, não quero colocar isso no Google também, gênio é gênio, não se discute [John Forbes Nash Jr., esquizofrênico ganhou Nobel de Economia[1]].

Um pouco de darwinismo social então: o mais forte sobrevive - frase errada, o mais adaptado sobrevive, não a toa a vingança dos nerds está sendo cada dia mais devastadora - indústria da música, cinema, games, e hoje todo cidadão médio depende de computador. Eles criaram um ambiente onde eles fossem mais fortes, e porque criaram isso? Porque são nerds, eles pensaram pra fazer!
A aceitação é maior, e agora os valentões precisam fingir ser nerds também. Máscaras sociais para enfrentar o dia-a-dia de uma escola, de uma família, no trabalho - numa empresa acho dificil descobrir qual a identidade secreta do verdadeiro puxa-saco, será sempre a mesma resposta: eu não sou puxa-saco, mas conheço um!

Tudo bem, eu escrevendo e eu falando são caras totalmente diferentes, ou não? Sim e não, se fosse outra pessoa escrevendo não seria eu, seria outra pessoa, criando outra para escrever - esse negócio de recursão existencial já rendeu muitos textos [2]. Nunca conheceremos outra pessoa totalmente, nem a nós mesmos. Todos temos nossos segredos, uns sabem de alguns, outros sabem de muitos, tem os que não precisam saber nenhum, a sinceridade não está no tamanho do segredo, está no tamanho do sentimento.

[1] http://pt.wikipedia.org/wiki/John_Forbes_Nash
[2] http://sindicatodosescritoresbaratos.blogspot.com/2007/07/16-parte-2-vontade-de-ser-deus.html [comentário de Diogo Lyra - tentei localizar link direto, mas não achei]

5 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

"Escritores baratos"?

Aqui vislumbra-se mais nível que em muitas sumidades recheadas de currículuns...

Gostei imenso!

Me visitem e não opinem...

Fechei comentários a conselho médico: os insultos eram tantos... corria o risco de um complexo de inferioridade gigantesco!

Vieira Calado disse...

Obrigado pela referência que me enviou.
Boa semana para si.

Rodolfo disse...

Interessante, isso.
Será que, do seu próprio ponto de vista, o puxa-saco se vê como tal? Não é questão de ser ou não, mas de se ver...

Boa descoberta estes blog.

Vale muito mias que o bararo nome faz pensar.

Um abraço!

SAMANTHA ABREU disse...

esse lugar é muito bom!
parabéns pelos textos!



ps: apareçam no Falópio e veja o que pode estar por trás de um disfarce:
http://versosdefalopio.blogspot.com/

beijos.

.

Caito disse...

Bem Rouxinol, obrigado! Não vejo outra maneira de agradecer senão por aqui, mas pode ficar tranquilo que sua visita ta garantida e com frequência, ja passei por lá e gostei.