segunda-feira, setembro 03, 2007

Anunciação

Caminhar, tropeçar, e as esporas; esporá-
dicas anunciações:
está para nascer o belo dentre os
imperfeitos lábios de metal.
Digamos que seja um deus, digamos
que seja feio apesar de ser deus:
eu sou impura demais para ficar e assistir
à descida pelos degraus de nuvem;
o peito estufado, olhar penetrante no olhar
de uma criança que, de repente, chora.
E se ele não descer? Se, acaso, ele estiver subindo
com o calor de mil sóis e a força de mamutes africanos,
agilidade tal qual três antílopes saltando? Virá,
então, sabe lá deus quando, para acertar as contas
incalculáveis quando não restar mais nenhum
de nós atados – libertação?

Um comentário:

Caito disse...

libertação